Casinha de Bacia, Cadeira de rodas, Telhado pet...como fazer ?



CADEIRINHA DE RODAS P/CÃES DEFICIENTES- MAIS UMA DICA




Esta matéria foi extraída na íntegra do blog (Luiz Alberto Feijó http://www.faiscas.net/rinos/) . 
Esta é uma homenagem ao  Kinder, que em maio de 2005 completaria 11 anos de idade, e que já estava há mais de dois anos paralisado, apesar das duas intervenções cirúrgicas que passou para tentar solucionar o seu problema. E é também uma tentativa de compartilhar o que o Luiz aprendeu ao longo deste tempo de convívio com este ser tão querido, e sua deficiência adquirida.



Material




- Caminhão de brinquedo Supertruck


- 1 metro de barra de alumínio roliça 12mm flexivel


- 1 metro de barra de alumínio roliça 10mm rigida


- 6 parafusos pequenos com porca e arruela


- Recipiente plástico




Na minha opiniao, a parte mais importante da construção da cadeira é a modelagem da barra de alumunio.
Decidi, inicialmente, por utilizar a barra de alumínio FLEXÍVEL para fazer a primeira cadeira da Mel. Minha idéia era utiizar algo que fosse fácil para modelar, seguir o modelo do Luiz Alberto Feijó que vi na Internet, (http://www.faiscas.net/rinos/), mas também tentar diferentes alternativas.

Este modelo em arco tem desvantagem no momento de tirar ou por o animal na cadeira, pois, ha que se “encaixar” o animal entre o arco e a base da caçamba.
Com uma serrinha cortei o chassis do caminhão e tinha a preocupação de preservar as areas mais rigidas do chassi, a fim de constiuir uma estrutura mais firme, o que se revelou absolutamente desnecessario, melhor dizendo percebi que é suficiente apenas preservar o plástico existente entre uma roda e outra (eixo) para se criar uma estrutura resistente. Furei o eixo para posterior encaixe da caçamba.

A principio, não utilizaria a caçamba plastica do caminhão de brinquedo, a fim de preserva-la para uma versão final do caminhão. A idéia era não estragar a caçamba do caminhão, para tanto utilizei um recipiente plástico mais baixo que a caçamba (recipiente amarelo, posteriormente vi que o recipiente era mais resistente e se adaptava melhor que a caçamba do caminhão, para o porte da Mel, comprei um vermelho).


A primeira versão da cadeira possuia duas rodas, mas percebi que o dorso da Mel ficava pressionada, então decidi adaptar mais duas rodas, o que resultou muito bem.

Uma das dificuldades; como fixar o alumínio na cadeira? Isto foi contornado com um simples parafuso arruela e porca (cheguei a utilizar um fixador de lustre, com bom resultado).

Na versão final da cadeira utilizei o alumínio RIGIDO e modifiquei o formato do alumínio, desenhando o arco por traz da cadeira, isto deu a firmeza necessaria das hastes e eliminou o problema de ter de “encaixar” o animal no arco.

As hastes da cadeira (onde estão os velcros) regulam a altura da cadeira em relação a altura do animal, a fim de evitar a pressão sobre as costas ou que a roda traseira fique levantada (no caso de quatro rodas).

Segunda cadeira do Kinder


Esta segunda cadeira funciona muito melhor que a primeira. Ela foi construída com base na caçamba de um caminhão de brinquedo, um par de rodas com eixo e algumas porcas e parafusos, além de um cano de alumínio dobrado para o apoio lombar. Sua fixação é feita usando a própria coleira do cão, conforme mostrado nas figuras abaixo.

Observe que as patas não ficam mais para fora, mas são colocadas dentro do suporte feito da caçamba do caminhão de brinquedo. As patas são dobradas e a parte posterior do animal é acomodada em uma pequena almofada de plástico, que pode facilmente ser limpa e substituída


A fixação da cadeira ao animal se faz usando a própria coleira do mesmo.


Ele aprendeu rapidamente a descansar com a cadeira! Para este fim sempre deixamos uma almofada a sua disposição!



DICA PARA AUMENTAR O CONFORTO E AMENIZAR O PROBLEMA DE HIGIENE DO CÃO.

Um dos problemas mais desagradáveis e difíceis de lidar quando se tem um cão deficiente em casa é a questão de como acomoda-lo para dormir, uma vez que pode ocorrer a perda do controle do esfíncter (o cão se suja com as fezes ou urina quando está deitado). Depois de muitas tentativas descobrimos que uma forma bem prática é colocar a parte traseira do animal em uma bolsa plástica (sacola de supermercado) e prendê-la na peiteira (coleira, a mesma usada para fixar a cadeira de rodas durante o dia) . Dentro da sacola coloca-se folhas de jornal de forma a minimizar o contato do animal com seus excrementos. Pela manhã a higiene é mais fácil pois se restringe à retirada da sacola e eventual higiene do cão. Desta maneira ele pode se acomodar em posição cômoda para dormir e poupar um pouco o seu dono.
--------------------------------------------------------------------------------

Outros projetos de cadeirinhas interessantes
Algumas pessoas interessaram-se pelo projeto que fiz e dado ao alto valor das cadeirinhas comerciais decidiram desenvolver por si mesmos uma versão artesanal para seu cão. Nosso amigo Sérgio Mattos desenvolveu um projeto interessante, baseado no do que fiz para o Kinder. Voce pode baixar o arquivo clicando aqui, a estimativa de custo de é aproximadamente R$ 50,00 e há pouca dificuldade em implementá-lo. Muito obrigado, Sérgio!

Outro site interessante, aonde aparecem diversos projetos de cadeirinha é este (clique aqui).

Algumas pessoas, mesmo sem habilidade no manuseio de ferramentas ou materiais, mas com um coração enorme, não medem esforços para tentar propiciar o conforto que todos os animais mereceriam. Particularmente me comovem as iniciativas como esta aqui, que gostaria de compartilhar com voce.

--------------------------------------------------------------------------------


FORNECEDORES DE CADEIRINHAS PRONTAS 
(se você é fornecedor escreva para nós) 

Um possível fornecedor de cadeiras de rodas prontas, que fabrica cadeirinhas de diversos modelos e tamanhos é este (www.vidasobrerodas.com) No site desta empresa podem ser vistas fotos das cadeirinhas, e há um formulário on-line para pedidos, aonde o dono do animal informa suas medidas, peso, etc.

Outro possível fornecedor de cadeirinhas é (www.vetcar.com.br), no site da empresa podem ser visualizadas algumas fotos dos produtos por eles fabricados.

(Pessoalmente não conheço os produtos destas empresas, mas pelo que observei na internet parecem ser adequados.)






TELHADO PET - MAIS UMA DICA

 
Imagem do telhado pronto
Estufa coberta pelo telhado de PET.
Todas as fotos este post foram copiadas do NING Permacultura Social Brasileira e os creditos do telhado de PET são do Sete Ecos.


Hoje, tive a grata felicidade ao acessar o "NING Permacultura Social Brasileira" de ler a sugestão do Sete Ecos para um telhado de baixo custo feito de PET.

Não pode-se dizer que uma solução 100% ecológica, já que ecológico mesmo seria a minimização da fabricação de plásticos, mas, a sua reutilização evita que as garrafas já utilizadas, tenham como seu destino rios, nascentes e oceanos.


Foi utilizado como molde um cano PVC 100mm com 20 cm de comprimento com uma abretura vertical para facilitar a entrada da garrafa PET.








Com um estilete corte o bico e o fundo da garrafa, você utilizará somente o meio.






Amasse o meio que você utilizará
Corte na marca que ficou quando você amassou





Grampeie um lado côncavo com um lado convexo como nesta imagem. Faça isto até conseguir o tamanho de telhado que você deseja.














CASINHA DE BACIA - DICAS LEGAIS




.
A casinha de bacia é uma idéia prática, econômica e higiênica para cães e gatos.


Material que você irá precisar para fazer uam casinha de bacia:



- 02 bacias do mesmo tamanho e que caiba seu animalzinho dentro de maneira confortável



- 04 a 06 pregos pequenos com porca



- lixa média



- Paninho para forrar




FAÇA FÁCIL



Abra uma portinhola com a mesma largura (risque com um pincel atômico para cortar certinho). Deixa na bacia de baixo uns 10 a 20cm para a porta não ficar totalmente rente ao chão. Para abrir use se tiver uma serra tico-tico (ou leve a um marceneiro se conhecer) . Se usar um estilete dos grandes, cuidado para a porta não ficar torta e feia.



Usando a lixa passe nas abertura até não sobrar nenhuma diferença e ficar bem lisinho pra não machucar seu animalzinho.



Com uma furadeira faça furos ao redor da bacia (variando em função do tamanho) de forma que ela fique brem presa, não esqueça de colocar a porca.
Depois é só colocar um paninho dentro e seu animal estará feliz e seu bolso também.

SE VOCÊ FEZ A BACIA ENVIE UMA FOTO PRA GENTE, VAMOS DIVULGAR IDÉIAS PRÁTICAS
.................................................................





Casinha enviada pela leitora Sonia Beatriz





Comentários

Postagens mais visitadas